menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

> Fundação Casa das Artes

Fundação Casa das Artes






Fundação Casa das Artes


Fundação Casa das Artes

Rua Herny Hugo Dreher, 127 – Planalto


(54) 3454-5253/ 3454-5211

fcasadasartes@terra.com.br



 Atendimento:

 Atendimento: 8h às 11h45 | 13h30 às 17h45 


Rua Herny Hugo Dreher, 127 – Planalto



A Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves foi criada em 1986 (Lei 1399 de 29/12/1986) com a finalidade de formular e executar a política cultural do município, promovendo o aprimoramento de manifestações artístico-culturais. As instalações atuais da Fundação Casa das Artess foram inauguradas em outubro de 2005. A construção foi viabilizada por recursos municipais e de projetos de incentivo à cultura nas esferas estadual e federal. Em seus quatro mil metros quadrados, a Fundação abriga o setor administrativo, o departamento cultural e espaços para a realização de oficinas, exposições artísticas e eventos.

 

A Fundação é constituída pela Biblioteca Pública Castro Alves, o Museu do Imigrante e o Núcleo Central, que concentra as atividades administrativas e abriga o núcleo de Artes e Oficinas. A Fundação foi responsável pela política cultural do município até a criação da Secretaria de Cultura em 2010 (Lei Municipal  4829, de 9/02/10). A Secretaria Municipal de Cultura – Secult  tem o objetivo de estruturar politicamente o setor da cultura do município, alinhando-se às políticas públicas relativas à cultura nas esferas estadual e federal.

 

 

 

 

 

Espaços

 

A sede da Fundação Casa das Artes possui quatro mil metros quadrados de área. Além do setor administrativo e departamento cultural a casa possui espaços para a realização de oficinas, exposições artísticas, eventos, exibição de filmes e um anfiteatro, o espaço central e de maior capacidade da casa.  

As oficinas ocorrem anualmente, promovendo ações de formação artística. A produção de cultura está ligada essencialmente à prática, por isso a entidade oferece anualmente oficinas de artes visuais, música, dança, fotografia e teatro.

 

 

 

Anfiteatro ‘Ivo Antônio Da Rold’ 

 


 

O Anfiteatro possui capacidade de 450 lugares. Tem um palco de 9m X 6m. O espaço foi inaugurado em 28 de novembro de 2009.  O nome homenageia a carreira de Ivo Antônio Da Rold dedicada à vida pública, em especial ao desenvolvimento da cultura no município.

O local recebe as mais variadas apresentações artísticas de música, teatro, dança, e também palestras, e eventos diversos.

 

 

 

Sala de cinema

 




A Sala Pública de Cinema tem capacidade para 130 pessoas e proporciona sessões de cinema com qualidade de imagem e som, além de receber eventos diversos, como palestras, conferências, apresentações musicais, entre outros. Foi inaugurada no dia 25 de outubro de 2011. 


Equipamento de áudio e vídeo: 3 amplificadores MAX 710x, leitor de Blu-Ray, DVD e arquivos (analógico/estéreo), 12 caixas de som aéreas,  1 caixa de som subgrave (no palco) e  tela aérea acionada por controle remoto.

 

 

 

 

Auditórios

 

Auditório I


A sala tem capacidade para 30 pessoas.

 

 
 

Auditório II 






O espaço tem capacidade para 250 pessoas. Possui um palco de 11m X 5m.






Espaço para exposições

 

 

Galeria de arte




A Galeria de Artes localiza-se no terceiro piso e é composta por 16 módulos móveis, utilizados para exposições artísticas. 

 

 



Salão Nobre ‘Anastácio Dietrich Orlikwoski’



 

A  sala localizada no terceiro piso recebe exposições de artes plásticas. Foi assim denominada em homenagem ao artista plástico Anastácio Orlikwoski (Lei 5014 de 10/08/2010). 

Anastácio Dietrich Orlikwoski (Miki)

Nasceu em Porto Alegre em 1924, formou-se em artes plásticas pela UFRGS em 1946 e especializou-se em modelagem, desenho da figura humana, gravuras, desenho, pintura, entalhe e escultura. Conheceu Bento Gonçalves na década de 60, se estabelecendo definitivamente na cidade em 1978. Faleceu em janeiro de 2017 em Bento Gonçalves, aos 92 anos.

Além de criar inúmeras obras de arte para empresas, entidades e pessoas físicas, Orlikwoski foi professor de desenho, pintura a óleo e aquarela na Fundação Casa das Artes, compartilhando seu talento e sua técnica com artistas que hoje têm formação com as técnicas do pintor.

Conhecido como 'Mestre da aquarela',  Orlikowski tem suas obras em coleções no Brasil e no exterior. Sua contribuição à arte de Bento Gonçalves está marcada por suas pinturas e pelo amor à cidade e às pessoas.