menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Reciclagem cresce 80 % em Bento
22/12/2014 09:28

Bento Gonçalves, aumentou para 14,5% a quantidade de lixo reciclável no município. O resultado deve-se a política pública municipal de incentivo a reciclagem e de educação ambiental implantado pelo atual governo. Atualmente Bento Gonçalves tem volume médio de 388 toneladas de lixo reciclado por mês."Quando iniciamos na secretaria há dois anos, o volume não chegava a 8%", revela o secretário municipal de Meio Ambiente, Luiz Augusto Signor.


De acordo com a administração municipal, a meta é aumentar a reciclagem dos resíduos na cidade para 20% até o fim de 2015. O objetivo está previsto dentro das ações do Programa estruturante do governo municipal denominado "Nova Cidade".

 

O Secretário informa que é preciso ainda uma maior sensibilização das pessoas para que a coleta seletiva aumente na cidade. Segundo ele, existe um trabalho em conjunto do Setor de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente com as escolas públicas e particulares, com agentes ambientais, ensinando as crianças sobre a importância de reciclar o lixo. "É muito mais fácil você falar para uma criança, educar uma criança de onde tem que jogar o lixo do que os próprios adultos"salienta.

 

Luis Augusto Signor afirma ainda que o papel exercido pelas Cooperativas também tem sido fundamental. "As Cooperativas de Reciclagem contribuem sobremaneira para este crescimento, mas também são importantes para a preservação do meio ambiente, para a inclusão social e geração de renda", disse.  

 

As cooperativas de reciclagem são responsáveis por encaminhar o que boa parte da população separa em casa. Bento Gonçalves, hoje conta com oito recicladoras, que abrigam cerca de 140 funcionários. Elas recebem subsídios da prefeitura. Somados os valores pagos a todas as associações, este ano o município vai desembolsar em torno de R$ 432.000,00, oriundos do Fundo Municipal do Meio Ambiente.

 

Os investimentos do município seguem a lei federal de resíduos sólidos (Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010), que prioriza o acesso a recursos da União aos municípios que implantarem a coleta seletiva com a participação de cooperativas ou outras formas de associação. Outra meta da Secretaria é ampliar a coleta, considerando que novos prédios residenciais foram concluídos na cidade.

 

Os condomínios que já faziam a coleta seletiva possuem recipientes próprios para a retirada do lixo. No entanto, a prefeitura planeja aumentar a participação desses residenciais na coleta seletiva. A instalação de containeres com coleta mecanizada em áreas de grande concentração de pessoas também irá facilitar a separação e a destinação correta dos resíduos.  A meta para o ano de 2015 é instalar 400 containeres no município. Atualmente, como projeto piloto, 08 já estão disponíveis em alguns locais.

 

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Arquivo Prefeitura