menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Prefeitura cobra celeridade das obras da Corsan em Bento
16/01/2014 11:16 atualizada em 16/01/2014 13:33

O presidente da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Tarcísio Zimmermann participou na tarde desta quarta-feira (15) de uma reunião com o prefeito Guilherme Pasin em Bento Gonçalves. O encontro realizado no gabinete do prefeito teve por objetivo tratar sobre as obras e os investimentos que estão sendo realizados pela autarquia no município. Durante a reunião o prefeito solicitou ao presidente da Corsan mais celeridade nas obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário no município. Em Bento Gonçalves as obras, estão divididas entre duas grandes bacias hidrossanitárias: Barracão e Burati. Além delas, os investimentos da Corsan prevêem intervenções na bacia do Vale dos Vinhedos, as quais não têm previsão de início.

 

Em março de 2010, a prefeitura renovou o contrato com a Companhia por 25 anos. Uma das cláusulas do novo contrato determina a responsabilidade da Corsan pela implantação do sistema de tratamento de esgoto no município. Na ocasião, o Plano Municipal de Saneamento (PMSA), elaborado na metade de 2009, foi transformado em lei. O documento traça metas para coleta e tratamento de esgoto e previa que até o final de 2011 o serviço deveria atingir 20% das residências do município. No final de 2013 a meta previa que 70% dos seis lotes deveriam estar concluídos. O que não aconteceu. Além disso, o contrato sinalizava investimentos na ordem de R$ 27 milhões na implantação do sistema de esgotos sanitários na bacia do Barracão. Em 2011, um novo contrato foi assinado entre o município e a Corsan prevendo novos investimentos na ordem de R$ 48,9 milhões para a implantação do sistema de esgotamento compreendendo redes coletoras e ligações prediais na bacia do Burati, juntamente com cinco estações elevatórias e uma estação de tratamento.              

 

No encontro, o superintendente regional da Corsan na região nordeste, Alexsander Pacico apresentou ao prefeito um relatório revelando que, até o momento, 54,91% das obras de implantação de rede coletora da bacia do Barracão foram executadas. As obras estão divididas em seis lotes. Sobre o atraso, o superintendente justificou que em muitos locais o terreno rochoso dificultou os trabalhos. "Já encontramos quatro quilômetros de rochas, isso atrasa muito, mesmo assim em um ano avançamos 15%", disse.              

 

Sobre a bacia do Burati o presidente prometeu a abertura da licitação para o início das obras ainda este ano. "Vamos abrir a licitação este ano e esperamos concluir a obra até o final de 2016", afirmou Tarcísio Zimmermann.                                      

Ruas                        

Outra cobrança do prefeito ao presidente da Corsan refere-se à recomposição da pavimentação nas ruas onde companhia executa obras. O serviço é terceirizado, mas não apresenta a qualidade necessária exigida pela prefeitura. A recomposição irregular tem ocasionado diversas reclamações da população que credita ao poder público municipal a responsabilidade. A prefeitura já notificou diversas vezes a Corsan, no entanto não constatou melhoras. Além disso, a prefeitura exige que os locais sejam sinalizados com identificação própria da companhia. "Se não está bem feito, isso não se discute, tem que refazer imediatamente", disse o presidente ao determinar aos diretores providências.              

 

Comitê Gestor de Obras              

No encontro ficou definida a instalação no município de um Comitê Gestor de Obras. O grupo será formado por integrantes da prefeitura e da companhia. O comitê terá a missão de discutir, fiscalizar e acompanhar a efetividade de todos os investimentos, da programação operacional e obras de manutenção dos sistemas de água e esgoto em Bento Gonçalves visando minimizar o impacto das obras junto à sociedade, evitando o retrabalho e melhorando os serviços prestados.

 

Poços Artesianos no Interior        

 

O presidente da Corsan confirmou o início das obras de perfuração de três poços artesianos no interior para os próximos dias. Serão contempladas a linha Zemit, a São Luiz das Antas e o Burati. Além destas localidades, o prefeito solicitou a inclusão de mais um poço na localidade da Linha Eulália Baixa, no distrito de Faria Lemos.             


O prefeito reconheceu e destacou o trabalho da superintendência regional da Corsan solicitando ao presidente que a companhia destine mais equipamentos e mão de obra para Bento. "Aproveitamos para posicionar o presidente sobre os trabalhos da Corsan na cidade, queremos que a Corsan em Bento receba mais equipamentos e mais apoio, pois a demanda por serviços é grande", disse Pasin.              

 

Participaram da reunião, além do presidente Tarcísio Zimmermann, o superintendente regional, Alexsander Pacico, o diretor adjunto Lutero Fracasso, e do chefe da unidade de saneamento local. Os secretários de Governo, César Gabardo, de Obras, Valdir Possamai, o procurador-geral do município, Sidgrei Spassini, e o secretário adjunto de Desenvolvimento da Agricultura, Valdemar Finatto, também estiveram presentes.  

 

 

Km licitados

Km executados

%

Bairros

Lote 1

13,114

9,620

73,36%

Santa Helena e Fátima

Lote 2

8,170

7,638

93,49%

Santo Antão

Lote 3

10,194

3,037

29,79%

Santa Marta e Imigrante

Lote 4

3,222

1,822

56,55%

Barracão e Cruzeiro

Lote 5

1,462

0,000

0,00%

Cruzeiro

Lote 6

5,581

0,000

0,00%

Santo Antão

Total

40,281

22,117

54,91%

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Emanuele Nicola

ÁUDIOS