menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Bento registra 35 agroindústrias certificadas pelo Selo Sabor de Bento
17/10/2019 17:12 atualizada em 24/10/2019 09:52

Bento Gonçalves é referência na questão de regularização de agroindústrias e alcançou o patamar como município que possui o maior número de estabelecimentos nesse formato. Nesta quinta-feira, 17, mais quatro agroindústrias receberam a certificação por integrarem o programa Selo Sabor de Bento. Com as adesões, o Programa alcança a marca de 35 agroindústrias familiares cadastradas.


A entrega dos certificados foi realizada pelo vice-prefeito Aido José Bertuol, acompanhado do secretário de Desenvolvimento da Agricultura, Dorval Brandelli, e do chefe de escritório da Emater de Bento, Thompsson Didoné, durante a terceira edição da Feira de Produtos Coloniais.


O coordenador do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Cristiano Selbach, ressaltou a busca cada vez maior pelo processo de legalização. "Bento tem, desde 2013, a legislação que criou a figura da agroindústria familiar. Com o programa Selo Sabor de Bento, a Vigilância Sanitária, a Emater e a Secretaria da Agricultura visitam os estabelecimentos para orientá-los a fazer as adequações necessárias para a regularização. Temos conseguido auxiliá-los bastante. Há uma proximidade muito boa. Hoje temos em processo de legalização mais 16 agroindústrias. Então, podemos dizer que estamos caminhando a passos largos nesse setor", pontuou.


O Selo Sabor de Bento é resultado de uma parceria entre as secretarias de Turismo e de Desenvolvimento da Agricultura, com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica (Emater) e Vigilância Sanitária.


"Tudo isso é a materialização e a solidificação de uma prática que Bento Gonçalves está sendo exemplo no Estado. É uma questão de orgulho pra nós. Primeiramente do empreendedorismo da nossa gente, e segundo da competência enquanto serviço público de ajudarmos esses empreendedores, facilitando, incentivando, orientando, num primeiro momento, e depois fiscalizando, e dando garantia ao nosso consumidor de um produto de qualidade", destacou o secretário de Desenvolvimento da Agricultura, Dorval Brandelli.


As novas agroindústrias cadastradas foram: Família Parisotto, propriedade de Roberto Parisotto, da Linha Veríssimo de Mattos do Distrito de Tuiuty (capeletti, massas, biscoitos e molhos); Casa Leopoldina, de Ivone e Vitório Somensi, da Linha 40 da Leopoldina do Vale dos Vinhedos (capeletti, lasanha, tortei e massas frescas); Artes e Delícias, de Mari e Daniel Baptistello, da Linha 8 da Graciema do Vale dos Vinhedos (pães, biscoitos e geleias) e Bodegone Vinhos Artesanais, de Genuíno Pastório, da Linha Leopoldina do Vale dos Vinhedos (vinho colonial).


A proprietária da Artes e Delícias, Mari Baptistello, comenta: "é gratificante pra nós. Esperamos que melhore bastante com o Selo". Ivone Somensi da Casa Leopoldina também demonstrou sua felicidade. "Esse momento é muito especial. A gente só tem que agradecer o pessoal da Emater e da Prefeitura que incentivaram bastante a gente a colocar a agroindústria na nossa comunidade. Nós já tínhamos regularizado a dos vinhos e agora estamos dando continuidade a dos produtos de farináceos", relata.


O vice-prefeito Aido José Bertuol parabenizou as agroindústrias. "É realmente fantástico. Nosso município está fazendo um trabalho excelente nessa área, de poder fazer com que o agricultor tenha um produto de ótima qualidade, com apoio do poder público municipal, para os moradores de Bento e também para os turistas. Somos o município que mais tem agroindústrias no Rio Grande do Sul e queremos dobrar isso rapidamente. Já temos bastante agricultores interessados pra que possamos ter uma qualidade em tudo que a gente faz em Bento Gonçalves", ressaltou.


Título de registro no Serviço de Inspeção Municipal

Na oportunidade, também foi entregue o Título de Registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM) ao Nichetti Indústria de Embutidos Ltda. O documento garante a legalização para comercializar produtos de origem animal.


O SIM, setor vinculado à SMDA, é o órgão fiscalizador dos estabelecimentos que se dedicam ao abate, industrialização e/ou comércio desse tipo de produto, e tem suas ações executadas pelo Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA).


Antes do registro no SIM, o estabelecimento possuía Alvará Sanitário, o que permitia apenas o corte a manipulação dos produtos de origem animal. A partir de agora, o local funciona como uma espécie de indústria, podendo também beneficiar os produtos, temperar ou empanar, por exemplo.


Representando o estabelecimento, Gilberto Nichetti ressaltou que "o título do SIM é uma mudança em qualidade que a gente procura no nosso mercado. Hoje sem qualidade, não tem rendimento. Com certeza, é mais segurança pro nosso cliente do produto que estamos vendendo".


Também estiveram presentes na entrega dos certificados, os subprefeitos do Vale dos Vinhedos, Marciano Batistello, e de São Pedro, Leonildo Cavalet, o engenheiro de Alimentos da Vigilância Sanitária, Vinícius Ornelas Rosa, e servidores da Secretaria da Agricultura.

 

 

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

Fotos: Franciele Gonçalves 

BANCO DE IMAGENS